sexta-feira, 5 de janeiro de 2007

Inventor da Sombrinha Ganha Liberdade Condicional

Por Guilherme Dreyer Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com

Famoso por patentear a invenção da sombrinha, o mafioso chinês Wu Wen Huan, condenado a dez anos de prisão pelos crimes de extorsão e formação de quadrilha, foi beneficiado por nova decisão favorável emanada pelos juízes de Ciudad del Este e já se encontra em liberdade condicional.

Antes disso, o chinês naturalizado já havia obtido a redução da pena para 5 anos e uma licença médica para permanecer em prisão domiciliar durante dois meses, período necessário à realização de uma cirurgia que nunca aconteceu.

Em sua cela privada na Penitenciária Regional de Ciudad del Este, Wu contava com diversas regalias, como televisão, ar condicionado e dois aparelhos de celular, com os quais comparecia às sessões do tribunal, em flagrante violação ao código penal paraguaio.

Condenado em dezembro de 2002, Wu permaneceu apenas 3 anos e 8 meses atrás das grades, graças aos recursos e liminares obtidas em seu favor.

Fora da penitenciária, a única obrigação do chinês será apresentar-se à Justiça uma vez a cada 30 dias, estando proibido de sair do país ou trocar de domicílio sem a autorização dos juízes responsáveis pela sentença.

Entre os planos de Wu para o futuro, figura conseguir uma entrevista com o presidente Nicanor Duarte Frutos, para promover sua imagem de “bom homem” e intermediar a concessão de um crédito de US$ 200 milhões para a construção de uma fábrica de sombrinhas em Concepción.

Inventores

O caso de Wu Wen Huan, que patenteou as tradicionais sombrinhas em seu nome e extorquia os comerciantes que vendiam o produto em seus estabelecimentos, não é exceção em Ciudad del Este, cidade que abriga, também, o “inventor” da máquina de calcular e do videogame.

A facilidade em registrar a patente de produtos no Ministério da Indústria e Comércio, aliada à corrupção dos funcionários responsáveis pela verificação do registro, fazem com que os falsos inventores tenham facilidade em obter os certificados de propriedade intelectual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.