terça-feira, 18 de novembro de 2008

Itaipu: Funcionários São Presos por Destruir Arquivos

Por Fernando R. V. Fernandes - SopaBrasiguaia.com

O fim de semana foi agitado nas dependências paraguaias da Itaipu Binacional. Três funcionários da entidade foram flagrados ao queimar documentos que comprovariam o uso do dinheiro da entidade no financiamento ilegal da campanha eleitoral do Partido Colorado, caso que atualmente encontra-se sob investigação do Ministério Público paraguaio.

O fato teve repercussão imediata nos diários ABC Color, Última Hora e La Nación, os quais noticiaram que os funcionários Nimio Peralta Cuéllar, Facundo Mesías Arévalos Gamba e Guido Palma ingressaram na manhã de domingo (16) na sede administrativa de Itaipu, em Asunción, amparados por uma ordem de trabalho assinada pelo engenheiro Norman Cristaldo, considerado o braço direito do diretor paraguaio da entidade, Carlos Mateo Balmelli.

De acordo com as informações, os funcionários mencionados retiraram os documentos de uma sala no subsolo do escritório central da entidade, levando cerca de 100 caixas de documentos até a parte posterior da instalação, onde procediam uma seleção dos papéis que, na seqüência, eram queimados. Os funcionários utilizaram um velho fogão industrial como incinerador.

Os dados dão conta de que o primeiro a chegar à sede da binacional foi Arévalos, por volta das 07h20, seguido por Palma (08h30) e Peralta (09h50). No entanto, a operação de queima de arquivo somente foi notada à tarde, por um segurança que fazia sua ronda pelo local. Os dados do circuito interno de TV de Itaipu apontam que a operação terminou por volta das 13h30. Oficialmente, o chefe de Segurança, Wenceslau Vargas, foi comunicado às 15h30.

Vargas teria avisado Balmelli somente por volta das 18h30. O diretor paraguaio de Itaipu interrompeu sua atividade física e seguiu imediatamente, ainda em trajes esportistas, para a sede da binacional. Balmelli chamou o advogado Alfredo Enrique Kronaweter, contratado pela binacional para atuar na investigação da campanha colorada, sendo que ambos conversaram com os acusados da queima, convocados a explicar o incidente.

Às 20h30, o promotor Arnaldo Giuzzio foi avisado do acontecido, comparecendo à entidade para averiguar os fatos. Diante da negativa dos acusados em comentar o caso, Peralta, Arévalos e Palma foram detidos. Por sua vez, Cristaldo, considerado o "chefe de gabinete" de Balmelli, permanece em liberdade, por não ter ocorrido flagrante de sua participação no ilícito.

A Promotoria ainda não conhece o conteúdo dos documentos queimados. Dentre os documentos que escaparam da incineração ou que queimaram apenas parcialmente, encontram-se álbuns de fotos de atos políticos do Partido Colorado, pedidos de apoio para a campanha colorada, dentre os quais figura um com a assinatura de Carlos María Santacruz, ex-candidato à vice-presidência na chapa encabeçada por Blanca Ovelar.

Leia Também...

Promotoria Barra “Fuga” de Documentos de Itaipu

Em fato quase que inacreditável, publicado pelo jornal ABC Color em sua edição de hoje (08/08), um caminhão com documentos relativos à aplicação dos “fundos sociais” de Itaipu foi apreendido pela Promotoria de Delitos Econômicos do Ministério Público paraguaio. Mais...

Documentos de Itaipu Seriam “Escondidos” no Brasil

A apreensão de um caminhão com documentos confidenciais de Itaipu, que seriam levados da sede da entidade binacional, em Asunción, para depósitos em Ciudad del Este, ganhou destaque no noticiário internacional graças aos boletins das agências de notícias. Mais...

Confirmado: Itaipu Financiou Partido Colorado

Um brilhante trabalho investigativo realizado pelo Diário Última Hora resultou na obtenção de provas documentais e testemunhais da utilização de recursos provenientes da Itaipu Binacional na campanha da colorada Blanca Ovelar nas eleições internas e presidenciais. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.