quinta-feira, 14 de maio de 2009

Notas de US$ 100,00 Voltam a Ser Recusadas

Por Guilherme Dreyer Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com

Se você vai ao Paraguai com a intenção de fazer compras, nunca é demais ficar atento: notas de US$ 100,00 pertencentes à série CB, e, também, à série DF, voltaram a ser recusadas por lojistas e pelo sistema financeiro local, por conta de rumores de falsificação.

De acordo com o jornal ABC Color, a reação em cadeia teve início com a recusa das cédulas nos bancos, o que faz com que casas de câmbio e lojistas fiquem impossibilitados de repassá-las e, consequentemente, recusem-se a recebê-las de clientes avulsos ou empresas.

Em Ciudad del Este, inúmeras lojas exibem, nas paredes, cartazes que alertam sobre a recusa de notas de US$ 100,00 das séries CB e D. Nas casas de câmbio onde a troca ainda é efetuada, clientes denunciam a cobrança de “ágio” de até 30% sobre o valor facial da cédula.

O mais curioso do caso, porém, é que toda esta reação tem como base, apenas, a propagação de boatos. Em 2007 e 2008, quando rumores similares tomaram conta do mercado local, técnicos estadunidenses desembarcaram no Paraguai para prestar esclarecimentos e desmentir as falsificações.

A desconfiança atinge, ainda, as cédulas de US$ 100,00 das séries B2 e AB, embora a recusa destas seja menos comum. Neste sentido, o ABC Color ressalta que, até hoje, não há relatos de envios de dólares procedentes de bancos do Paraguai que tenham sido rechaçados pelas autoridades monetárias dos EUA.

Leia Também...

Dólar Baixo Aumenta Expectativa na Fronteira

A nova e acentuada queda na cotação do dólar estadunidense frente ao real brasileiro está animando os lojistas de Ciudad del Este, Salto del Guairá e Pedro Juan Caballero. Nesta terça-feira (12), a moeda bateu em R$ 2,07, menor cotação em sete meses. Mais...

Apreensões da Receita Cresceram 24% em Abril

Após um início de ano fraco, com queda nas apreensões de mercadorias trazidas ilegalmente ao país na divisa com o Paraguai, a Delegacia da Receita Federal do Brasil (RFB) em Foz do Iguaçu voltou a registrar crescimento em relação aos números de 2008. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.