sábado, 27 de março de 2010

Projeto “Águas Grandes” é Lançado na Fronteira

Por Fernando R. V. Fernandes - SopaBrasiguaia.com

A região da Tríplice Fronteira é famosa internacionalmente pela integração entre os povos que aqui vivem, que, apesar de ter sido maior em outras épocas, ainda hoje é um excelente exemplo de convivência pacífica, tanto para nativos da fronteira, quanto em relação aos estrangeiros que aqui se estabeleceram.

Atualmente, um grupo de empresários e autoridades da região trinacional busca a aprovação de projetos que possam melhorar essa integração, tanto em termos culturais quanto comerciais. Uma das iniciativas deste grupo foi apresentada ao público argentino na sexta-feira (26), devendo, no sábado (27), ser trazida também ao público de Foz do Iguaçu.

Trata-se do projeto “Águas Grandes”, nome que, em guarani (Yguazú), batizou o rio que comporta as cataratas. Conforme noticiou o Diário Última Hora, o lançamento em território argentino ocorreu no Marco das Três Fronteiras, e contou também com apresentações artísticas, culturais e manifestações cívicas.

O Movimento das Águas Grandes propõe que comemorem, os irmãos argentinos, brasileiros e paraguaios, a vontade oficial declarada por nossos governos de construir duas grandes pontes internacionais em nossa região para unir de forma mais eficiente o território trinacional”, declarou à imprensa o arquiteto Nilso Rafagnin.

O arquiteto afirmou ao diário que os atos a serem celebrados em ambos os países constituem também uma comemoração pela aprovação do projeto no Parlamento do Mercosul (Parlasul), contemplando a construção de um anel viário trinacional, de caráter multimodal, unindo os aeroportos dos três países, além da gestão integrada dos parques ambientais da tríplice fronteira: os parques nacionais do Iguaçu/Yguazú (Brasil/Argentina) e o parque do Salto Monday, no Paraguai, incluindo o Museu Científico Moisés Bertoni.

A integração dos parques ambientais da fronteira, na opinião de Rafagnin, “será de impacto internacional”, uma vez que a região já é famosa pelos seus atrativos naturais, até o momento divulgados de forma isolada.

O arquiteto acredita que tal integração “permitirá não só demonstrar ao mundo a convivência harmônica que se pretende entre os povos, como também o reposicionará de forma positiva e estratégica a imagem de cada país no contexto nacional e internacional, preservando a cultura e o meio ambiente”.

Ocorrendo também em comemoração aos 15 anos de instituição oficial do Mercosul (que, apesar de ter sido criado em 1991, somente em 01/01/1995 entrou efetivamente em vigor) e aos 45 anos da Ponte da Amizade, o evento será repetido neste sábado (27) em Foz do Iguaçu, na ONO Teatro Bar, em concomitância com a apresentação do grupo “Teatro Mágico”.

Vale destacar, entretanto, que o projeto “Águas Grandes”, apesar de seu alcance e pretensão, dificilmente sairá do papel em seu formato original, uma vez que entra em conflito com a já definida construção da segunda ponte, nas proximidades do Marco das Três Fronteiras, inviabilizando a criação de parques nas margens brasileira e paraguaia do rio Paraná e descaracterizando, de certa forma, o perfil ecológico do lugar.

Leia Também...

Moradores Prometem Protestar Contra 2ª Ponte

Apesar de estar aparentemente resolvida, a problemática envolvendo a localização da segunda ponte entre Brasil e Paraguai, ligando a região sul de Foz do Iguaçu à cidade paraguaia de Presidente Franco, continua a gerar atritos entre grupos que possuem interesses distintos. Mais...

Prefeito Quer Atrações Turísticas na 2ª Ponte

Mais do que uma simples via de ligação entre Brasil e Paraguai, a segunda ponte sobre o rio Paraná, entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco, será um dos grandes atrativos turísticos da região trinacional. É o que avalia o prefeito da Terra das Cataratas, Paulo Mac Donald. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.