terça-feira, 1 de junho de 2010

Empresários da Fronteira Defendem Formalização

Por Guilherme Dreyer Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com

Em nova rodada de reuniões entre representantes de Ciudad del Este e Foz do Iguaçu, empresários do lado paraguaio da fronteira voltaram a defender a bandeira da formalização do comércio fronteiriço, como única forma de superar o antigo modelo econômico e assegurar o desenvolvimento comercial da região.

Em entrevista ao Diário Última Hora, Juan Armando Santamaría, presidente da Federação das Câmaras de Comércio do Alto Paraná (FEDECÁMARAS), principal entidade empresarial do lado paraguaio da fronteira, relatou seu encontro com empresários de Foz do Iguaçu e com o prefeito Paulo Mac Donald Ghisi.

Ao defender o fortalecimento dos laços entre autoridades e setores empresariais, Santamaría apontou que “não é a primeira vez que falamos disso e quando o fazemos entendemos que a preocupação pelo fortalecimento da formalização é igual à que sustentamos, defendemos e perseguimos”.

Sobre isso, falamos claramente com o prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald, com quem temos uma muito boa relação e também nos expressou sua preocupação sobre a situação comercial da região”, agregou. Na visão de Santamaría, o caminho da formalização é irreversível e beneficiará Brasil e Paraguai.

Assim como no Paraguai há brasileiros, em Foz também há uma importante colônia paraguaia que vive e trabalha, bem como também uma população flutuante que diariamente cruza a fronteira para ganhar o sustento diário. O laço entre ambas cidades é muito forte”, avaliou.

Além de reuniões com seus pares brasileiros, representantes da FEDECÁMARAS tiveram na semana passada, também, um encontro com os deputados paraguaio Víctor Bogado, Luis Roberto Gneiting Dichtiar, Salustiano Salinas e Víctor Raúl Yambay, que vieram a Ciudad del Este para conhecer o trabalho do grupo.

Leia Também...

Cadastro da Lei dos Sacoleiros Deve Ficar para Agosto

Representantes dos governos de Brasil e Paraguai reuniram-se nesta quinta-feira (13), em Asunción, para debater pontos pendentes quanto ao Regime de Tributação Unificada criado pela Lei dos Sacoleiros e que permanece, até o momento, apenas no papel. Mais...

Sacoleiros: Lugo Culpa Burocracia por Demora no RTU

Em sua passagem por Ciudad del Este na última sexta-feira (07), quando ouviu duras críticas das autoridades locais, o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, culpou a “lentidão da burocracia” pela demora na aplicação do regime criado no Brasil pela Lei dos Sacoleiros. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.