terça-feira, 5 de outubro de 2010

Importação de pares de meias dispara no Paraguai

05.10.10 - Pé de menos para meias demais. Entre janeiro e agosto de 2010, o Paraguai já importou mais de 150,6 milhões de pares de meias, superando as 140,5 milhões de importações de todo o ano de 2009. O destino de tantos pares, oficialmente, é um “mistério”.

Imagem ilustrativa

De acordo com o jornal ABC Color, que cita dados da Consultoria Tinwor, especializada em comércio exterior, o exagero na importação esconderia, na verdade, uma fraude tributária, uma vez que entre os produtos de confecção, as meias e similares são as que pagam menor alíquota de imposto.

Desta maneira, os contâineres com “meias” trariam, na verdade, camisetas, calças, casacos, bermudas, peças femininas e outros produtos fartamente oferecidos no comércio das cidades fronteiriças e, em alguns casos, “desviados” ao Brasil ou à Argentina antes mesmo de sua chegada ao Paraguai.

Em setembro do ano passado, o governo paraguaio tentou dificultar o uso do território do país para a “triangulação” de confecções chinesas e do sudeste asiático, elevando as alíquotas de impostos e ampliando os controles da Direção Nacional das Aduanas (DNA).

Entretanto, devido a protestos de importadores e controvertidas medidas judiciais invalidando as alterações, o Executivo foi obrigado a voltar atrás e anular, pelo menos temporariamente, a vigência do novo regime.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Empresários reforçam pedido de parque industrial

02.10.10 - Reunidos com o chefe de gabinete da Presidência da República, Miguel Ángel López Perito, na última quinta-feira (30), empresários de Ciudad del Este reforçaram o pedido de apoio para a criação de um parque ou distrito industrial na região fronteiriça. Mais...

Real alcança cotação recorde frente ao Guarani

04.10.10 - O Real, moeda brasileira, alcançou na última sexta-feira (01) sua maior marca histórica em relação ao Guarani no mercado cambiário do Paraguai. De acordo com o jornal La Nación, nas casas de câmbio, R$ 1,00 chegou a ser cotado a G$ 2.900. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.