terça-feira, 26 de outubro de 2010

Paraguai inicia licitação para nova linha de Itaipu

26.10.10 - A diretoria paraguaia da binacional Itaipu deu início, nesta segunda-feira (25), ao processo de licitação para a construção da nova linha de transmissão que conectará a hidrelétrica do rio Paraná à região metropolitana de Asunción, reduzindo o déficit de energia no país.

Imagem: Sopa Brasiguaia (Arquivo)

De acordo com o jornal ABC Color, empresas e consórcios interessados terão, até o próximo dia 07/12, tempo hábil para inscreverem-se no pregão e apresentarem suas ofertas à entidade, que assumirá, neste momento, o gerenciamento dos dois primeiros lotes (de um total de três) necessários à construção da linha.

A obra, que faz parte do “pacote” proposto pelo Brasil para o acordo bilateral de julho de 2009, está orçada em US$ 555 milhões e será financiada com recursos do Fundo de Convergência Estrutural do Mercosul (FOCEM), cujo maior aportante é, justamente, o Brasil.

Por este motivo, a licitação é aberta a todas as empresas e consórcios com sede no Mercosul, e não apenas no Paraguai, situação que preocupa o empresariado local, que teme não poder concorrer com brasileiros e argentinos e ficar de fora do maior investimento dos últimos anos no setor elétrico do país.

Com a nova linha, que deve ficar pronta para o verão 2012/2013, o Paraguai passará a contar com até 40% a mais de disponibilidade de energia em seu sistema de transmissão, atualmente, à beira do colapso.

Paralelamente, representantes do setor industrial planteiam ao governo de Fernando Lugo a aquisição de um empréstimo internacional para a construção de uma terceira linha de alta potência, de maneira a garantir que, pelas próximas décadas, a economia do país não sofra com o drama da falta de energia elétrica.

O Paraguai é, na América do Sul, o maior produtor per capita de eletricidade, contando, em tese, com energia suficiente para satisfazer a demanda de cinco vezes a população do país. Tal energia, entretanto, é exportada aos países vizinhos e não chega ao mercado interno por conta da falta de linhas e equipamentos.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Itaipu pode fabricar ônibus elétrico no Paraguai

23.10.10 - Interessada na instalação de uma linha de montagem para a fabricação de ônibus elétricos, a binacional Itaipu pode escolher o Paraguai como sede da iniciativa, que conta com a participação da empresa Proterra, com sede nos Estados Unidos. Mais...

FHC nega intenção de “privatizar” Itaipu

20.10.10 - Ante a onda de rumores e boataria difundida por militantes favoráveis à candidata petista Dilma Rousseff, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso saiu a público para desmentir os boatos sobre um “misterioso” encontro mantido em Foz do Iguaçu. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.