segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Paraguaios criticam demora na travessia da ponte

25.10.10 - Em reportagem publicada nesta segunda-feira (25), em sua edição impressa, o jornal ABC Color voltou a enfocar a lentidão dos controles realizados pela Receita Federal do Brasil (RFB) na aduana da Ponte da Amizade e seus impactos no comércio da região fronteiriça.

Imagem: ABC Color.

Uma das principais críticas do jornal é quanto à Operação Pôr do Sol, implementada, aos sábados, pelo órgão federal brasileiro. No referido procedimento, ônibus de turismo que cruzam a fronteira para que seus passageiros façam compras em Ciudad del Este, são impedidos de retornar ao Brasil antes das 17h00.

A medida é unilateral dos brasileiros”, aponta o ABC Color. “O citado organismo do Brasil limita a circulação dos ônibus pela ponte internacional. Permite que somente regressem ao Brasil depois das 16h00 (hora paraguaia), gerando uma longa fila e criando caos no trânsito”.

A ex-prefeita de Ciudad del Este, Sandra Zacarías, denunciou esta situação ilegal ante o Ministério das Relações Exteriores de nosso país. Em resposta, o chanceler Héctor Lacognata prometeu apresentar um protesto ante o Brasil, porém, até o momento nada foi feito”.

A tudo o que foi exposto, soma-se a operação de guerra 'Fronteira Sul', que as Forças Armadas do Brasil anunciaram que acontecerá na região no final de novembro”, complementa o principal jornal paraguaio.

A alegação da RFB para a Operação Pôr do Sol é a de que, com o intenso trânsito verificado aos sábados, era impossível ao órgão fiscalizar, detalhadamente, os ônibus que retornavam ao país nos horários de pico. Desta maneira, tais ônibus transformariam-se em “caminhões” carregados com contrabando.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Argentina aumenta fiscalização nos rios da fronteira

23.10.10 - A Prefeitura Naval (Capitania dos Portos) Argentina dará início, nos próximos dias, a controles mais rígidos sobre a circulação de embarcações na metade argentina dos rios Iguaçu e Paraná na região fronteiriça. O objetivo é coibir irregularidades. Mais...

Operação militar preocupa comerciantes de CDE

18.10.10 - O anúncio de que o Brasil fará, no final de novembro ou início de dezembro, uma nova operação militar na região trinacional, está preocupando lojistas do lado paraguaio da fronteira, por coincidir com um dos períodos de maior movimento no comércio local. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.