terça-feira, 26 de outubro de 2010

PF troca tiros com contrabandistas na barranca do rio

26.10.10 - Em incidente ocorrido no final da manhã desta segunda-feira (25), agentes da Polícia Federal (PF) e da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) trocaram tiros com contrabandistas que atuam nas águas do rio Paraná, nas proximidades do local conhecido como Favela do Bambu.

Barco navegando pelo rio nas imediações da Ponte da Amizade

O episódio ocorreu no momento em que policiais da delegacia de Foz do Iguaçu desceram a barranca do rio para vistoria a pontos de travessia de mercadorias e entorpecentes trazidos do Paraguai. Ao aproximarem-se de um porto clandestino, porém, foram recebidos a bala.

Os tiros foram disparados por indivíduos a bordo de um barco e, também, por franco-atiradores posicionados em favelas da margem paraguaia do rio. PF e FNSP revidaram ao ataque e, com a chuva de balas, houve pânico entre moradores de ambos lados do Paranazão.

Atualização: no lado paraguaio da fronteira, duas pessoas com ferimentos de bala, provocados por armas de longo alcance, foram atendidas no Hospital Regional de Ciudad del Este. Segundo a polícia paraguaia, trata-se de contrabandistas que estavam no barco que trocou tiros com a PF e retornou em direção ao Paraguai. Dos feridos, um está grave.

Felizmente, ninguém ficou ferido com o tiroteio, considerado relativamente comum em alguns pontos da margem do rio, porém, raramente registrado à luz do dia. Mercadorias recém descarregadas no improvisado cais clandestino foram apreendidas e entregues à Receita Federal do Brasil (RFB).

Em nota enviada à imprensa, a PF informou que o patrulhamento intenso às margens do Rio Paraná e do Lago de Itaipu, para coibir o contrabando e o tráfico de drogas, será mantido sem trégua pela corporação, responsável pela coordenação dos trabalhos da Operação Sentinela.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Argentinos barram passagem de militares brasileiros

25.10.10 - Militares brasileiros que participariam de uma operação conjunta com o Exército argentino na cidade de Apóstoles, foram barrados na última sexta-feira (22), no momento em que preparavam-se para a travessia da Ponte Tancredo Neves. Mais...

Paraguaios criticam demora na travessia da ponte

25.10.10 - Em reportagem publicada nesta segunda-feira (25), em sua edição impressa, o jornal ABC Color voltou a enfocar a lentidão dos controles realizados pela Receita Federal do Brasil (RFB) na aduana da Ponte da Amizade e seus impactos no comércio. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.