quarta-feira, 17 de novembro de 2010

ABC denuncia propina para importação de perfumes

17.11.10 - O jornal ABC Color publicou, nesta terça-feira (16), uma grave denúncia contra o assessor jurídico da Câmara de Importadores de Perfumes e Cosméticos do Paraguai (CAIMPECO), Hugo Camé, acusado de cobrar propina de comerciantes não-filiados à instituição.

Reprodução / ABC Digital

A denúncia tem como base uma gravação em que um homem, que seria Camé, negocia com um comerciante de nacionalidade brasileira, em português, o pagamento de “pedágio” para que este possa importar perfumes e cosméticos sem ser denunciado por suposta importação irregular.

Qualquer importador que deseja ingressar ao país perfumes ou cosméticos e que não seja membro desse grêmio é extorquido para que pague uma propina ou pedágio de até US$ 2,00 por cada quilo de produtos que traz ao país, de acordo com as denúncias dos que tentam entrar no negócio”, escreve o ABC.

Quando não se paga, os importadores são denunciados ante o Ministério Público e são realizadas as intervenções correspondentes [...] Na gravação da conversação entre o advogado Hugo Camé e o comerciante brasileiro, devidamente identificado, mas que não damos a conhecer sua identidade por segurança, claramente escuta-se que o profissional exige-lhe primeiro a soma de US$ 12 mil por semana para que possa importar uma carga de oito mil quilos dos mencionados produtos”, refere o jornal paraguaio.

Segundo o ABC Color, o acordo, “de homem para homem”, teria sido fechado em US$ 10 mil. O advogado Hugo Camé não foi ouvido para dar sua versão, por estar, supostamente, com o celular desligado e com a caixa postal cheia no momento das tentativas de contato.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Lojista denuncia inspetores por corrupção em CDE

08.11.10 - Revoltada com um estranho procedimento de fiscalização em sua loja, com objetivos extorsivos, a comerciante Zulma Arístides de Chávez, de Ciudad del Este, procurou as autoridades para relatar a conduta de dois inspetores do Instituto de Previdência. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.