segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Brasileiro é preso com cartões clonados em CDE

01.11.10 - Um brasileiro de 31 anos foi preso na tarde de sexta-feira (29), no centro de Ciudad del Este, de posse de dez cartões de créditos “clonados” de seus legítimos proprietários. O alerta à polícia foi dado por um atendente de uma das lojas do Shopping del Este.

Imagem: ABC Color

De acordo com o jornal ABC Color, trata-se de Sidney Augusto Rocha Junior, procedente de São Paulo. A intenção de Rocha, segundo a polícia, era comprar equipamentos de informática, perfumes e roupas de marcas no comércio local, para posterior revenda em outras cidades do Brasil.

O caso foi atendido pela Divisão de Delitos Econômicos da Polícia Nacional do Paraguai, que conta, justamente, com um posto no Shopping del Este, para combater este cada vez mais comum tipo de fraude.

Na última quinta-feira (28), outras duas pessoas já haviam sido presas na cidade paraguaia, por conta do uso de cartões “clonados”. Na ocasião, os argentinos Juan Mendes de Abreu e Gualberto Esteban Vázquez, este último, com antecedentes por fraude, foram flagrados de posse de dois cartões irregulares.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Polícia prende argentinos com cartões clonados

30.10.10 - A Polícia Nacional do Paraguai prendeu na tarde de quinta-feira (28), em Ciudad del Este, dois cidadãos argentinos que, segundo denúncias, tentavam fazer compras no comércio local com cartões de crédito clonados de correntistas dos EUA e da Irlanda. Mais...

Brasileiros denunciam roubo de mercadorias

30.10.10 - Em chamativo caso ocorrido nas imediações do Km 3,5 da Ruta Internacional VII, em Ciudad del Este, falsos policiais roubaram cerca de R$ 30 mil em mercadorias pertencentes a compristas brasileiros. Os produtos eram levados a bordo de uma van. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.