segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Dia “D” mobiliza iguaçuenses contra a dengue

22.11.10 - Aconteceu no último sábado (20), em Foz do Iguaçu, o Dia “D” de mobilização de combate à dengue, doença que manifesta-se, com mais força, durante os meses mais quentes do ano. A atividade contou com a participação de autoridades estaduais e municipais.

Imagem: Agência Estadual de Notícias (AEN).

O objetivo foi chamar a atenção da população sobre os riscos da doença transmitida através da picada do mosquito Aedes Aegypti, cujas larvas se reproduzem, rapidamente, quando beneficiadas pela combinação calor e água parada. Carlos Moreira Júnior, secretário estadual da Saúde, alertou para o problema.

Regiões quentes como Foz do Iguaçu, Londrina e Maringá preocupam, porque o clima é propício para a reprodução do mosquito da dengue. O ciclo de reprodução do inseto é de 45 dias. Por isso, a mobilização para eliminar os criadouros deve ser feita agora, e não só no auge do verão”, afirmou.

As ações de mobilização contra a dengue, que continuarão no que resta da primavera e durante todo o período de verão, incluem vistorias casa a casa nos bairros e campanha de conscientização, marcada para o próximo dia 30, em todas as escolas do município.

Dados difundidos pela Agência Estadual de Notícias (AEN) dão conta de que, até 29/10, 32.368 casos de dengue foram confirmados no Paraná, um quarto dos quais, na região de Foz do Iguaçu, que tem como agravante a fragilidade epidemiológica trazida pela grande circulação de viajantes nacionais e estrangeiros.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Paraguai coordenará trabalho regional contra a dengue

11.10.10 - O Paraguai coordenará, pelos próximos meses, os trabalhos da Rede Sulamericana de Vigilância e Resposta contra a Dengue, mantida pela União Sulamericana das Nações (UNASUL) e que nos últimos dias 06 e 07, reuniu-se na cidade de Puerto Iguazú. Mais...

Um comentário:

  1. Infelizmente eventos não é o que precisamos no momento. A ação contra a dengue somente terá eficácia quando a prefeitura deixar de ser omissa. Falta mobilidade do governantes em fiscalizar casas e empresas da cidade. Eu faço minha parte, mas o vizinho...? Adianta alguma coisa? O mosquito não vai poder julgar quando escolher sua vítima. Inúmeras denúncias já fiz ao centro de zoonóses da prefeitura e ninguém apareceu por aqui... Convivo diariamente com esses mosquitos, já tive dengue o ano passado, prezo pela minha saúde e de meus colegas, então só me resta entender que esses eventos têm finalidade maior de mídia do que de ação contra o real problema.

    ResponderExcluir

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.