sábado, 27 de novembro de 2010

Estância de brasileiro é invadida por camponeses

27.11.10 - Cumprindo com o prometido, cerca de 800 camponeses, acampados nas imediações da estância de 22 mil hectares pertencente ao brasileiro Ulisses Rodrigues Teixeira, no centro-norte do Paraguai, invadiram a propriedade nesta sexta-feira (26) para forçar sua aquisição pelo Estado.

Imagem: ABC Color

A invasão tem como pano de fundo as disputas políticas entre sem-terras, governo, deputados e senadores, com os camponeses exigindo a compra das terras e, o Congresso, vetando a utilização de fundos do Executivo para que o imóvel possa ser adquirido pelo instituto que coordena a reforma agrária no país.

Nos primeiros meses do governo de Fernando Lugo, o próprio Teixeira chegou a oferecer ao governo paraguaio a venda da estância para a criação de um assentamento-modelo. Entretanto, denúncias de superfaturamento, publicadas pelo jornal ABC Color, abortaram a transação.

Radicalizados, os camponeses que invadiram o imóvel nesta sexta-feira (26) aproveitaram a visibilidade do ato para anunciar a criação de uma nova entidade camponesa: a “Liga de Carperos” (palavra utilizada, no Paraguai, para designar os que moram acampados em barracas).

Na pauta da “Liga”, que reúne sem-terras procedentes de 10 dos 17 departamentos (estados) do Paraguai, lemas como “Ocupação imediata é a solução” e belicosa linha de ação que prega a recuperação, pela força, de terras que teriam sido entregues à iniciativa privada graças à corrupção estatal.

Os camponeses exigem, ainda, a destituição do engenheiro agrônomo Eugenio Alonso Massare, titular do Instituto de Desenvolvimento Rural e da Terra (INDERT). Na opinião dos “carperos”, Alonso estaria fazendo pouco ou nada em prol da reforma agrária no Paraguai.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Brasileiros denunciam violência de camponeses

20.11.10 - Três fazendeiros brasileiros, donos de um imóvel de 1,7 mil hectares situado em Villa Ygatimí, fronteira seca com Mato Grosso do Sul, queixaram-se da violência e dos prejuízos provocados por camponeses acampados à entrada da propriedade. Mais...

Camponeses fazem chamado à desobediência civil

16.11.10 - Aglutinados na Coordenadoria Nacional de Organizações de Base na Luta pela Reforma Agrária e a Soberania (CARPEROS), camponeses de 10 dos 17 departamentos (estados) do Paraguai fizeram, neste final de semana, um chamado à desobediência. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.