sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Moradores de CDE fazem protesto contra indígenas

19.11.10 - Moradores de Ciudad del Este realizaram, na manhã desta quinta-feira (18), uma marcha pacífica pelas ruas centrais da cidade, em busca de chamar a atenção das autoridades para o problema dos indígenas acampados nas imediações da rodoviária local.

Imagem: Diário Última Hora

De acordo com o Diário Última Hora, cerca de 500 pessoas participaram do protesto, que teve início na Plaza de la Paz e seguiu até a rotatória do Km 1 da Ruta Internacional VII, a igual distância da Ponte da Amizade. Por alguns instantes, o trânsito na rodovia chegou a ser bloqueado.

Em sua pauta de reivindicações, os organizadores do protesto (moradores do Bairro Obrero e locatários da Feira de Hortifrutigranjeiros) pedem a remoção dos indígenas mbyá e avá guarani que, ante o desleixo das autoridades, praticam assaltos, traficam drogas ou prostituem-se para sobreviver.

Estimativas dos feirantes apontam queda de até 30% em sua clientela, em razão do “assédio” de crianças e adultos indígenas à entrada da feira e nas quadras ao redor da rodoviária e do Centro Regional de Educação, maior colégio público de Ciudad del Este.

Não estamos contra os indígenas, porque eles são nossos irmãos e merecem respeito, mas queremos que sejam trasladados às suas comunidades de origem”, argumentou Martín Martínez, presidente da Central de Produtores e Hortigranjeiros do Alto Paraná, em entrevista ao Última Hora.

É difícil conviver com eles, porque devido ao estado de abandono no qual se encontram, caem nas drogas, na prostituição e na delinquência, cometendo roubos e, agora, até assassinatos”, complementou.

Procedentes do interior dos departamentos (estados) de Alto Paraná e Caaguazú, os indígenas já foram, em inúmeras oportunidades, enviados de volta às suas aldeias. Entretanto, excluídos pelas próprias tribos, retornam à fronteira tão logo terminam os alimentos recebidos.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Moradores querem cobrar “pedágio” de contrabandistas

18.11.10 - Em insólito protesto ocorrido no bairro Tres Fronteras, de Presidente Franco, no qual situa-se o porto pelo qual ingressa, ao Paraguai, contrabando brasileiro e argentino, moradores fecharam a pista para exigir “providências” contra os contrabandistas. Mais...

Taxistas fazem protesto no centro de CDE

18.11.10 - Cerca de 300 taxistas reuniram-se, na manhã desta quarta-feira (17), para um protesto pacífico contra a abertura de um novo ponto de táxi na cidade, determinada pela Junta (Câmara) Municipal. A concentração foi na Avenida Pioneros del Este. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.