quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Moradores querem cobrar pedágio de contrabandistas

18.11.10 - Em insólito protesto ocorrido no bairro Tres Fronteras, de Presidente Franco, situado nas proximidades do porto pelo qual ingressa, ao Paraguai, contrabando brasileiro e argentino, moradores do local fecharam a pista para exigir “providências” contra os contrabandistas.

Imagem: ABC Color

De acordo com o jornal ABC Color, o mote oficial do protesto foi o uso do bairro para atividades ilícitas e a “escassa oportunidade de trabalho que [os moradores] recebem por parte dos transportistas”. Pelo bairro transitam, diariamente, dezenas de vans carregadas com bebidas e comestíveis adquiridos, principalmente, na Argentina.

O motivo real, porém, seria um impasse entre a associação de moradores do bairro e os contrabandistas que sobem e descem a barranca do rio Paraná, que estariam recusando-se a contratar mão-de-obra local e a pagar uma espécie de “pedágio” para o acobertamento da atividade.

Segundo nossas fontes, os moradores propõem 'manter seu silêncio' e não denunciar nenhuma anormalidade, em troca do dinheiro sujo gerado pelo comércio ilícito”, escreve o ABC Color.

Em outros bairros da margem paraguaia do rio Paraná, são comuns os “acordos” entre moradores e contrabandistas ou traficantes. Tais acordos possibilitam, entre outras “vantagens”, a criação de redes de “espiões” que, rapidamente, advertem sobre eventuais procedimentos fiscais ou policiais.

O contrabando que chega ao Paraguai pelo porto instalado no bairro Tres Fronteras (cujos funcionários aduaneiros são constantemente acusados de corrupção ou conivência) abastece pequenos comércios e mercados populares nas cidades de Presidente Franco, Ciudad del Este e Minga Guazú.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Brasileira é morta a tiros em Ciudad del Este

16.11.10 - Uma brasileira de 63 anos, identificada como Beatriz Benítez Romero, foi assassinada na noite de domingo (14), em Ciudad del Este, no momento em que encontrava-se do lado de fora da casa, tomando tererê em companhia de filhos e familiares. Mais...

Jornal denuncia propina para importação de perfumes

17.11.10 - O jornal ABC Color publicou, nesta terça-feira (16), uma grave denúncia contra o assessor jurídico da Câmara de Importadores de Perfumes e Cosméticos do Paraguai, acusado de cobrar propina de comerciantes não-filiados à instituição. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.