quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Senado aprova deficitário orçamento estatal

25.11.10 - Contrariando os pedidos do Ministério da Fazenda e de setores da sociedade civil organizada, o Senado do Paraguai aprovou, na última terça-feira (23), o deficitário orçamento estatal para 2011, cujo rombo pode ser superior a US$ 602 milhões.

De acordo com o Diário Última Hora, tal rombo refere-se à diferença entre a previsão de arrecadação de impostos e as despesas que foram infladas, principalmente, durante a passagem da lei orçamentária pela Câmara dos Deputados, cujos parlamentares incluíram novos gastos com pessoal e contas diversas.

A diferença de US$ 602 milhões equivale a 12,6% do valor aprovado, o que significa que se o Estado pretende executar 100% do orçamento previsto, terá de melhorar o combate à sonegação ou recorrer ao aumento de impostos, alternativa que conta com a oposição de deputados e senadores.

Entre os principais questionamentos ao orçamento modificado pelos parlamentares, destaque para o reajuste dos próprios salários, benefícios e verbas de gabinete, e para a destinação de milionários fundos à Justiça Eleitoral, considerada cabide de emprego para operadores e dirigentes não eleitos pelo voto popular.

Movimentos populares e setores sociais questionam, ainda, o corte de verbas destinadas a programas sociais promovidos pelo governo e o excessivo gasto com folha de pagamento, o que reduz a capacidade de ação e de investimento para a superação das mazelas que afetam a população do país.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Lugo impulsiona reforma da estrutura estatal

23.11.10 - Eleito em 2008 e com mandato até agosto de 2013, o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, quer deixar como um dos principais legados do seu governo a modernização da estrutura do Estado paraguaio, cuja ineficiência prejudica o desenvolvimento. Mais...

Paraguai aumenta tarifação sobre cigarros

22.11.10 - A partir do mês de dezembro, cigarros nacionais ou importados devem ficar mais caros no Paraguai. É o que prevê o Decreto Presidencial nº 5.445, assinado pelo presidente Fernando Lugo, dispondo o aumento de alíquotas e impostos. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.