domingo, 12 de dezembro de 2010

As 10 + da Imprensa Paraguaia – de 05/12 a 12/12

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

1. ¡Canal paraguaio passa filme pornô por engano!

Na noite da última terça-feira (07/12), telespectadores do Canal 13, do Paraguai, assistiam ao noticiário conduzido por Guillermo Domaniczky, quando, de repente, o clima “esquentou” e, ao invés da pornográfica realidade, foi ao ar, por cerca de cinco segundos, um legítimo filme pornô.

De acordo com o Diário Crónica (10/12), o problema afetou, especificamente, os assinantes do sistema Cablevisión, que ao invés de uma reportagem sobre a Virgem de Caacupé, viram, por um “erro involuntário” do operador, uma loura nada virgem que divertia-se no canal Vênus.

2. ¡Prostitutas prestam “serviço express” na festa da Virgem!

Em 08/12, milhares de fiéis acotovelaram-se em Caacupé para a festa em homenagem à padroeira do Paraguai. Para aproveitar a multidão e faturar uma grana extra, prostitutas articularam, segundo o Diário Crónica (05/12), um sistema de “serviço express”. A partir de G$ 25 mil (menos de R$ 10,00), pecados carnais eram oferecidos, em sistema de rodízio, nos matinhos e cantos escuros da capital religiosa do país.

3. ¡Camisinhas “inundam” ruas do centro de Caacupé!

A farra da turma da “carne fraca” em Caacupé foi tanta que, de acordo com o Diário Crónica (10/12), varredores da prefeitura local tiveram trabalho para recolher as camisinhas e outros lixos descartados nas ruas da região central da cidade. Inocentes barracas, levadas por supostos peregrinos que acamparam à espera da missa matutina, transformaram-se em improvisados ninhos de amor.

4. ¡Pais obrigam menino a fingir que é paralítico!

E para fechar a série de bizarrices sobre a festa de Caacupé, destaque para a notícia, trazida pelo Diário Última Hora ainda em 08/12, relatando o caso de um menino de oito anos, obrigado pelos pais a fingir que era paralítico, sensibilizar o coração dos devotos e receber algumas esmolas a mais. Levado a um abrigo, o menor estava, no dia seguinte, chutando bola com os amigos.

5. ¡Militar vive dia de fúria no Paraguai!

Um militar de 28 anos, que presta serviços no Regimento de Escolta Presidencial, foi o protagonista de um violento episódio noticiado pelo jornal La Nación em 09/12. Ao bater seu veículo contra outro carro, na madrugada de Asunción, Mauricio Joel Benítez tentou fugir do local da batida, sendo perseguido por uma viatura e, mesmo após sua detenção, resistindo e trocando socos e pontapés com os interventores.

6. ¡Mendigo ouve “não” como resposta e esfaqueia dois!

Quem também esteve meio “atravessado” foi um mendigo de Ciudad del Este, ainda não identificado, que ao pedir, a dois rapazes que estavam em um carro, dinheiro para recarregar seu celular, revoltou-se com a resposta negativa e deu facadas em ambos. Segundo o Diário Crónica (10/12), os agredidos foram levados ao hospital da Fundação Tesãi e recuperam-se bem. Na próxima, lembrarão de deixar os vidros fechados.

7. ¡Angustiado, torcedor vomita sangue na arquibancada!

Vida de torcedor não é nada fácil. Que o diga Víctor Hugo Samaniego, 37, fanático pelo Libertad. De acordo com o Diário Popular (06/12), angustiado pelo gol que não saia, Benítez vomitou sangue nas arquibancadas do estádio Nicolás Leoz, sendo levado a um hospital. No centro médico, não parava de perguntar, a cada minuto, sobre a partida em que seu time goleou o 3 de Febrero e levantou o caneco.

8. ¡Secretária de deputado ganha alcunha de “Miss Bunda”!

Secretária sexy do deputado Amancio López, a estudante Blanca Guerín ganhou, após sua primeira aparição nas páginas do Diário Popular, o apelido de “Miss Bunda”. Foi o que revelou, em entrevista ao Popular (11/12), a própria agraciada. “Assim as pessoas me dizem”, confirmou a nadeguda, complementando que seu chefe não é adepto do apelido. “Ele me chama pelo meu nome”. Ainda bem.

9. ¡Paraguaios bebem mais cerveja do que leite!

Se cada um dos mais de seis milhões de paraguaios bebessem cerveja (incluindo, crianças), a média do país, tomando como base o volume de venda no mercado, seria de 41 litros por pessoa. De acordo com o jornal La Nación (08/12), tal quantidade situa o Paraguai no modesto 70º lugar no ranking mundial, mas revela uma outra realidade: a de que, no país, a “loura gelada” é mais apreciada do que o leite.

10. ¡Indígena lava honra da esposa com sangue!

Em Mbaracayú, município paraguaio vizinho ao Lago de Itaipu, um indígena de 19 anos, de nome Lorenzo, teria abusado sexualmente da esposa de outro membro da tribo. Ao saber do ocorrido, Roque, 22, não pensou duas vezes: pegou um punhal, foi atrás do rival e lavou a honra da esposa (de apenas 14 anos) com o sangue do estuprador morto. A “vingança indígena” foi destaque no Diário TN Press (10/12).

Mais de 2,5 mil pérolas da imprensa paraguaia? Clique aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.