terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Cúpulas trazem “operação de guerra” à fronteira

14.12.10 - Tem início hoje (14), em Foz do Iguaçu, a programação das cúpulas social e de chefes de estado do Mercosul e países associados. Até a próxima sexta-feira (17), cerca de três mil policiais e militares reforçarão o patrulhamento da região fronteiriça.

Imagem de arquivo / Exército

O objetivo do reforço, que contará com 300 policiais federais, 300 policiais rodoviários federais, 800 policiais militares e 1.250 militares do Exército, Marinha, Aeronáutica e Força Nacional, é garantir a segurança dos visitantes e autoridades que já confirmaram presença nas cúpulas.

Devem participar da Cúpula Social do Mercosul e da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Países Associados, presidentes dos 12 países da América do Sul e representantes de outras 23 nações do planeta, que deverão assinar, em Foz do Iguaçu, uma série de acordos econômicos e de cooperação.

A preocupação quanto à segurança decorre, principalmente, em função da presença de autoridades de países com histórico de atentados e conflitos, como é o caso, por exemplo, de Egito e Indonésia.

Durante os quatro dias da programação e, possivelmente, no sábado (18), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) contará com 85 motocicletas para o serviço de escolta às comitivas que, em sua passagem pelas avenidas de Foz do Iguaçu, terão preferencial em todos os cruzamentos.

A vigilância policial e militar será intensa, também, nas águas do rio Paraná e do Lago de Itaipu e no espaço aéreo da Tríplice Fronteira. Atividades como o contrabando e o tráfico de substâncias entorpecentes, serão duramente reprimidas pelas forças presentes.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Mercosul pode ter placa unificada para veículos

10.12.10 - Veículos brasileiros, paraguaios, argentinos e uruguaios, todos, com o mesmo modelo de placa. A adoção de uma placa comum para os quatro atuais membros do Mercosul será um dos temas debatidos na cúpula semestral do bloco, marcada para Foz do Iguaçu. Mais...

Paraguai pedirá manutenção da alíquota zero

09.12.10 - Caso não suspenda sua participação na cúpula semestral, em função de problemas comerciais com a Argentina, o governo do Paraguai deve pedir, no evento que acontecerá em Foz, a manutenção da alíquota zero que beneficia o setor produtivo do país. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.