segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Camponeses desocupam estância de brasileiro

06.12.10 - De olho na promessa de que o governo agilizará os trâmites para a compra de parte ou da totalidade da estância administrada pelo brasileiro Ulisses Teixeira na região centro-norte do Paraguai, camponeses acampados no local desde 26/11 deixaram a área neste final de semana.

Imagem: ABC Color

De acordo com os jornais ABC Color, La Nación e Última Hora, as negociações para a desocupação foram intermediadas pelo governador de San Pedro, José “Pakova” Ledesma, e pelo procurador-geral da República, Enrique García, que reuniram-se a portas fechadas com os invasores.

A proposta discutida incluiria, a princípio, a compra de 7,9 mil dos mais de 22 mil hectares da estância adquirida por Teixeira e outros dez sócios. A intenção dos camponeses é a criação de um assentamento-modelo, voltado à produção sustentável e à preservação das áreas de mata ainda existentes.

Denúncias publicadas pelo jornal ABC Color, no entanto, dão conta de que os principais interesses na compra das terras estariam relacionados ao pagamento de favores políticos, à extração ilegal da madeira nativa e ao cultivo de maconha em áreas de difícil acesso e visualização.

A compra dos 22 mil hectares da fazenda, pelo valor de US$ 33 milhões, esteve prestes a ser concretizada nos primeiros meses do governo de Fernando Lugo, porém, denúncias de superfaturamento e de interesses escusos por trás do negócio, obrigaram o instituto responsável pela reforma agrária a rever a transação.

Para o ano de 2011, deputados da oposição incluíram, na lei de orçamento-geral da nação, um parágrafo especificando que a compra das terras de Teixeira com o uso de verbas públicas estará expressamente proibida. Por este motivo, camponeses e dirigentes políticos manobram para que ocorra ainda em 2010.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Brasileiro pede desocupação de fazenda invadida

30.11.10 - Proprietário da estância de 22 mil hectares invadida por camponeses no último dia 26, o brasileiro Ulisses Rodrigues Teixeira compareceu à sede do Ministério Público em Santa Rosa del Aguaray para solicitar a desocupação da propriedade. Mais...

Colonos brasiguaios mobilizam-se em Santa Rita

30.11.10 - Ameaçados de despejo, colonos de origem brasileira residentes em Santa Rita, a 70 quilômetros da Ponte da Amizade, receberam nesta segunda-feira (29) o apoio de agricultores de outras localidades, em manifestação que levou ao fechamento da Ruta VI. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.