quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Cúpula do Mercosul militariza região fronteiriça

16.12.10 - Tem início oficial nesta quinta-feira (16), em Foz do Iguaçu, a 40ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Países Associados, com a presença de 12 presidentes e comitivas de 35 países. Para dar “segurança” aos visitantes, a região fronteiriça encontra-se quase que totalmente militarizada.

Imagem: ABC Color

O mega esquema de segurança, montado não apenas para atender às autoridades e comitivas presentes, mas, também, para reprimir crimes como o contrabando e o narcotráfico, conta com cerca de três mil policiais e militares posicionados na Terra das Cataratas e vias de acesso à fronteira.

Pelo ar, helicópteros e caças da Força Aérea realizam voos de patrulhamento e monitoramento de espaços como a barranca do rio Paraná e a usina de Itaipu, que sediará parte das atividades e será, na noite de hoje (16), cenário para o jantar de boas-vindas oferecido pelo governo brasileiro.

Por água, lanchas blindadas deslocam-se pelas águas dos rios Iguaçu e Paraná e, mais ao norte, pelo Lago de Itaipu. Por terra, barreiras policiais e militares, com o uso de pesado armamento de guerra (incluindo tanques) estão presentes nas ruas centrais de Foz do Iguaçu e ao longo das BR's 277 e 469.

As atividades da Cúpula, que marca a despedida do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a apresentação oficial de sua sucessora, Dilma Rousseff, vão até o meio da tarde de amanhã (17) e colocarão, neste período, Foz do Iguaçu no foco das atenções da imprensa internacional.

Além dos 12 países da América do Sul, estarão na cidade autoridades de Jordânia, Síria, Palestina, Austrália, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Vietnã, Indonésia, Tailândia, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Malásia, Zimbabué, Nigéria, Argélia, Marrocos, Egito, México, Cuba, Índia, Irã, Paquistão e Sri Lanka.

No comércio de Ciudad del Este, apesar da grande ocupação hoteleira na rede de Foz do Iguaçu, a previsão é de poucas vendas, uma vez que a ostensiva presença de policiais e militares armados na região fronteiriça inibe a travessia do habitual público comprista.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Cúpulas trazem “operação de guerra” à fronteira

14.12.10 - Tem início hoje (14), em Foz do Iguaçu, a programação das cúpulas social e de chefes de estado do Mercosul e países associados. Até a próxima sexta-feira (17), cerca de três mil policiais e militares reforçarão o patrulhamento da região fronteiriça. Mais...

Cúpula do Mercosul: GM orienta motoristas

14.12.10 - A Guarda Municipal (GM) de Foz do Iguaçu emitiu, nesta segunda-feira (13), comunicado à população, solicitando a colaboração e a compreensão dos motoristas com as mudanças no trânsito da cidade durante a Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.