quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Documento revela preocupação com a fronteira

02.12.10 - O vazamento de mais de 250 mil documentos da diplomacia dos Estados Unidos, através do site WikiLeaks, continua rendendo polêmica ao redor do mundo. No tocante à fronteira, mais documentos revelam o peculiar interesse estadunidense sobre a região.

Reprodução / WikiLeaks

Em memorando datado de 08 de janeiro de 2008 e assinado por funcionários da embaixada dos Estados Unidos em Brasília, informações diversas sobre terrorismo e atividades ilícitas são abordadas sob o título “Contraterrorismo no Brasil: um olhar através da Tríplice Fronteira”.

No documento, que pode ser conferido na íntegra, em inglês, clicando aqui, os “arapongas” estadunidenses reiteram as críticas ao Brasil por sua postura permissiva ou dissuasiva quanto à presença de terroristas islâmicos na fronteira e analisam as “facilidades” encontradas pelos supostos radicais na região.

Uma das preocupações dos enviados de Washington é quanto ao “potencial” da Tríplice Fronteira para que organizações internacionais financiem suas atividades através do “contrabando, do tráfico de drogas, do fácil acesso a documentos falsos e armas, movimentação de mercadorias piratas e fluxo de dinheiro sem controle para angariar fundos ou financiar a logística de operações”.

Na opinião dos estadunidenses, que citam como exemplo a construção da nova aduana da Ponte da Amizade, o governo brasileiro estaria mais preocupado em evitar atividades como o contrabando e o narcotráfico, do que investigar a fundo a questão do financiamento aos extremistas islâmicos.

O relatório cita, também, o patrulhamento realizado pela Polícia Federal (PF) na região do Lago de Itaipu e a criação de um centro trinacional de inteligência, com a ressalva de que “não aparenta que o governo [brasileiro] tenha engajado os demais países muito vigorosamente para o envio de representantes”.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Espionagem: Paraguai cobra explicações aos EUA

30.11.10 - Ante o escândalo do vazamento de um memorando no qual serviços de inteligência dos Estados Unidos solicitam informações confidenciais à embaixada do país em Asunción, Héctor Lacognata, chanceler paraguaio, convocou a embaixadora Liliana Ayalde. Mais...

Para EUA, PF “mascara” combate ao terrorismo

30.11.10 - Entre os mais de 250 mil documentos confidenciais estadunidenses, divulgados pelo site WikiLeaks no último domingo (28), vários deles fazem referência ao Brasil e, em especial, à presença de “terroristas islâmicos” na região da Tríplice Fronteira. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.