sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Em reunião com Lugo, Lula “tranquiliza” Paraguai

17.12.10 - Em atividade prévia à Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Países Associados, os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Lugo reuniram-se nesta quinta-feira (16), em Foz do Iguaçu, para debater assuntos do relacionamento bilateral.

Imagem: Presidência da República

No encontro, que deveria contar, também, com a presença da presidente eleita Dilma Rousseff (que cancelou, de último momento, sua vinda à fronteira), Lugo e Lula fizeram um repasse da agenda comum e dos pontos pendentes relativos ao acordo binacional assinado em Asunción em julho de 2009.

A respeito, Lugo recordou que os principais pontos do acordo, referentes a Itaipu, continuam “encalhados” no Congresso brasileiro, sem qualquer perspectiva de prazo para aprovação. Para Lula, que havia prometido fazer votar a matéria ainda em seu mandato, a ratificação do acordo é “questão de tempo”.

Jorge Lara Castro, vice-chanceler paraguaio, declarou à imprensa que o presidente brasileiro prometeu ao colega do Paraguai que a aprovação acontecerá ainda no primeiro semestre de 2011. Na avaliação de Lula, o novo Congresso, com maioria governista, será mais favorável à tramitação positiva dos termos do acordo.

Paralelamente, outro assunto debatido no encontro foi o aumento da cooperação entre instituições brasileiras e paraguaias, no sentido de fomentar, no país vizinho, práticas que vem dando certo do lado de cá da fronteira, em especial, nas áreas de saúde pública e combate à pobreza.

Lugo e Lula comemoraram como triunfo, ainda, o avanço das obras da nova linha de 500 KV que ligará a usina de Itaipu à região metropolitana de Asunción e ampliará a capacidade do sistema elétrico paraguaio.

A construção da linha faz parte do “pacote” proposto pelo Brasil para evitar que o Paraguai levasse o diferendo sobre o Tratado de Itaipu às instâncias internacionais. Pelo acordo, o Brasil aportará, através do Fundo de Convergência Estrutural do Mercosul (FOCEM), US$ 400 milhões para a concretização da obra.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Paraguai fará reivindicações durante a Cúpula

16.12.10 - O Paraguai assumirá em Foz do Iguaçu, nesta sexta-feira (17), a presidência semestral do Mercosul. Antes disso, porém, o país apresentará reivindicações quanto ao efetivo cumprimento do Tratado de Asunción e a aplicação de medidas integracionistas. Mais...

Para industriais, Paraguai mendiga energia ao Brasil

16.12.10 - Para a União Industrial Paraguaia (UIP), apesar das promessas do atual governo, o Paraguai continua a agir como antes, “mendigando” energia ao Brasil. Foi o que ponderou, na mensagem de fim de ano emitida pela entidade, o presidente Gustavo Volpe. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.