sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Ex-ditador argentino é condenado à prisão perpétua

24.12.10 - Ditador da Argentina no período entre 1976 e 1980, o militar Jorge Rafael Videla, 85, foi condenado à prisão perpétua por crimes de lesa-humanidade cometidos durante o regime. Além de Videla, outros 15 militares receberam a mesma pena.

De acordo com a agência pública TELAM, o processo que levou à condenação de Videla teve como base as denúncias de assassinato de 31 presos políticos em uma penitenciária da cidade de Córdoba e torturas a seis dissidentes capturados pela máquina repressora da ditadura no ano de 1976.

Durante o regime que durou sete anos e foi até 1983, no entanto, o número de “desaparecidos” gira em torno de 30 mil pessoas, havendo relatos de atrocidades como corpos jogados ao mar durante os tétricos “voos da morte” e a entrega de bebês, filhos dos dissidentes, a famílias “amigas” da ditadura.

Em sua defesa, Videla argumentou que esteve à frente de “uma guerra justa contra terroristas que tentavam instalar uma ditadura comunista no país” e “destruir os bens materiais das pessoas”. O ex-ditador afirmou, ainda, sentir-se honrado pela “vitória” contra os dissidentes e de ter cumprido seu dever patriótico.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Ativista pede prisão para filho de ex-ditador

23.12.10 - Exilado no Brasil desde que, em 1989, o ditador Alfredo Stroessner foi defenestrado do poder, Gustavo Stroessner, filho do tirano, pode estar próximo a retornar ao Paraguai, graças à prescrição dos processos nos quais era acusado de corrupção. Mais...

Filho de Stroessner pode retornar ao Paraguai

10.12.10 - Exilado no Brasil desde 1989, o filho do ditador falecido Alfredo Stroessner, Gustavo, pode estar prestes a retornar ao Paraguai. Foi o que confirmou, nesta quinta-feira (09), o colorado Alfredo “Goli” Stroessner, sobrinho do exilado. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.