segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Governador eleva tensão contra produtores brasileiros

27.12.10 - Situado na região centro-norte do Paraguai, o departamento (estado) de San Pedro é um dos mais pobres e tumultuados do país, com o registro de constantes enfrentamentos entre camponeses radicalizados e agricultores paraguaios e estrangeiros.

Imagem: ABC Color (Arquivo)

Para piorar ainda mais o clima de tensão entre as partes, o governador José “Pakova” Ledesma, em declarações reproduzidas pelo jornal La Nación neste final de semana, fez graves acusações contra os estrangeiros (em sua maioria, brasileiros) proprietários de terras no departamento.

Na opinião de “Pakova”, que defende a realização de uma reforma agrária imediata na região, os estrangeiros donos de propriedades rurais no Paraguai “matam e exploram nossas terras, protegidos pelo Poder Judicial”.

Para o governador, a presença de estrangeiros “representa um perigo à nossa soberania” e os programas de recuperação de terras e distribuição a pequenos agricultores “devem ter ênfase nos estrangeiros, porque não pode ser que este grupo de poder tenha tanta quantidade de terras”.

Estamos em conhecimento que eles estão avançando hoje em dia no objetivo de ir apropriando-se de nossas terras. Eles são os papas das nossas terras, estão todos protegidos. Não podemos passar por elas nem para ir pescar, essa é a triste realidade”.

Os estrangeiros apropriam-se de nossos recursos naturais, das matas, contaminam nossas terras com a utilização de agrotóxicos, bem como nossos rios e lagos que passam por suas propriedades. Isso representa um atropelo à própria soberania e à independência”.

Estes grupos, sem piedade, assassinam os paraguaios pelo simples fato de ter passado por suas propriedades para ir pescar”, acusou o governador.

Estes grupos fazem o que querem e, sobretudo, matam o nosso povo. Uma pessoa que passa por sua propriedade para ir pescar é alvejada, morta e depois a jogam por aí e dizem que queria roubar. Temos várias experiências negativas e lamentáveis”, pontualizou.

Pakova” Ledesma saiu em defesa, ainda, do dirigente camponês José Rodríguez, detido na semana passada. Na opinião do governador, Rodríguez é um “patriota” e “está dando tudo de si para que os paraguaios, e não somente os sampedranos, tenham a possibilidade de aceder à terra”.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Camponeses desocupam estância de brasileiro

06.12.10 - De olho na promessa de que o governo agilizará os trâmites para a compra de parte ou da totalidade da estância administrada pelo brasileiro Ulisses Teixeira na região centro-norte do Paraguai, camponeses deixaram a área neste final de semana. Mais...

Brasiguaios acampados em MS mudam de rodovia

02.12.10 - Desalojados do trecho da BR-163 onde estavam acampados, no município de Itaquiraí (MS), cerca de 500 famílias de agricultores brasiguaios recusaram a área provisória oferecida pelo governo federal e dirigiram-se à BR-487 para continuar a vigília. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.