sábado, 18 de dezembro de 2010

Imprensa critica postura “frouxa” de Fernando Lugo

18.12.10 - Decepcionante. Assim foi resumida, por grande parte da imprensa paraguaia, a participação do presidente Fernando Lugo durante a Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Países Associados, encerrada nesta sexta-feira (17) em Foz do Iguaçu.

Imagem: La Nación / AFP

O motivo da decepção é o fato de Lugo não ter tocado, durante seu discurso na plenária principal da cúpula, o tema que levou o país, até mesmo, a considerar a conveniência de comparecer ao evento: o bloqueio de cargas ocorrido no trecho argentino da hidrovia do rio Paraná.

- Fotos da Cúpula do Mercosul em Foz do Iguaçu

Nos dias prévios à cúpula, Héctor Lacognata, chanceler paraguaio, anunciou que caso a Argentina não pusesse fim imediato ao boicote feito por um sindicato argentino às cargas com destino ou procedentes do Paraguai, o país não participaria do evento e, até mesmo, repensaria sua condição de membro do Mercosul.

Ante tal ameaça, o governo argentino, acusado de conivência com os sindicalistas que recusavam-se a manipular cargas paraguaias, em suposta solidariedade aos colegas paraguaios que não contam com os mesmos direitos trabalhistas, rapidamente pôs fim ao problema.

Para o portal Paraguay.com, ao discursar sobre temas gerais e não fazer sequer menção aos prejuízos gerados à economia do país pelo bloqueio argentino, Lugo demonstrou postura “fraca” e sua “benignidade” frente a assuntos que ferem, diretamente, os interesses do setor produtivo nacional.

As críticas mais duras, como sempre, vieram do jornal ABC Color, que em editorial publicado neste sábado (18), classifica o discurso de Lugo de “estúpido” e aponta que o presidente paraguaio apenas “repetiu como papagaio frases mil vezes ditas nos últimos 20 anos”.

Em breves declarações à imprensa, no entanto, Lugo argumentou que “o tema já foi solucionado no âmbito diplomático” e que, por ser bilateral, não caberia discuti-lo em uma esfera mais ampla.

Cabe recordar, no entanto, que na argumentação tornada pública na semana passada, durante a ameaça paraguaia de não comparecer à cúpula, Héctor Lacognata afirmava que a postura argentina violava o Tratado de Asunción (que deu origem ao Mercosul) e o assunto dizia, sim, respeito a todo o bloco.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Para industriais, Paraguai mendiga energia ao Brasil

16.12.10 - Para a União Industrial Paraguaia (UIP), apesar das promessas do atual governo, o Paraguai continua a agir como antes, “mendigando” energia ao Brasil. Foi o que ponderou, na mensagem de fim de ano emitida pela entidade, o presidente Gustavo Volpe. Mais...

Impasse Paraguai / Argentina chega ao fim

14.12.10 - A ameaça paraguaia de não participar da Cúpula do Mercosul, em protesto às restrições sobre o trânsito de mercadorias no trecho argentino da hidrovia dos rios Paraná e Paraguai, surtiu efeito. Nesta segunda-feira, a Argentina informou a solução do problema. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.