terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Índice de pobreza recuou 2,8% no Paraguai

28.12.10 - Sem alardes, a Direção Geral de Estatísticas, Pesquisas e Censos (DGEEC), do Paraguai, divulgou em sua página na internet, no último final de semana, resultados que têm como base o ano de 2009 e revelam que a pobreza total no Paraguai recuou 2,8%.

De acordo com os dados, em 2008, 37,9% dos habitantes do Paraguai viviam abaixo da linha da pobreza, 19% dos quais, em situação de pobreza extrema. Em 2009, por sua vez, o índice de pobreza extrema manteve-se estável, enquanto que, a pobreza total, caiu para 35,1%.

O número de pobres é maior, segundo a DGEEC, no meio rural, onde 49,8% da população é considerada pobre, aumento de 1% no comparativo com 2008. Nas áreas urbanas, pobreza e pobreza extrema chegam a 24,7%, recuo de 5,5% em relação à medição anterior.

A desigualdade entre os meios urbano e rural, entretanto, é ainda mais alarmante do que parece: para cada morador em situação de pobreza na capital paraguaia, Asunción, há outros 12 com panorama igual ou pior nas áreas rurais do país.

Em 2010, a economia paraguaia alcançará seu maior crescimento (14,5%) desde que o Produto Interno Bruto (PIB) começou a ser medido, na década de 1950.

No entanto, Fernando Lugo, presidente do país, alerta para o problema da má distribuição de renda, que faz com que os ricos tornem-se cada vez mais ricos e, as camadas mais pobres, não desfrutem do progresso detectado no balanço geral da economia.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Economia do Paraguai tem crescimento recorde em 2010

24.12.10 - Em nova revisão do índice que já era excelente, o Banco Central do Paraguai (BCP) elevou, na última quarta-feira (22), a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para o ano de 2010. O novo índice, calculado pelo BCP, é o maior da história. Mais...

Energia: Natal à luz de velas em bairros de CDE

24.12.10 - Itaipu inaugurou nesta quinta-feira (23), com a presença do presidente Fernando Lugo, seu novo transformador TxRx de 375 MVA da margem paraguaia do rio Paraná. Tal transformador, conforme os discursos, solucionará os “apagões” vividos no país vizinho. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.