quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Paraguaio compara Itaipu às Ilhas Malvinas

30.12.10 - Presidente da Comissão de Entidades Binacionais Hidrelétricas (CEBH) do governo paraguaio e um dos principais articuladores das negociações com o Brasil sobre a usina de Itaipu, o engenheiro Ricardo Canese comparou a questão da usina ao impasse entre Argentina e Reino Unido pelas Ilhas Malvinas.

Reprodução / ABC Color

As declarações de Canese foram dadas após a divulgação, pelo jornal ABC Color, de um parecer da Controladoria Geral da República (CGR), do Paraguai, considerando ilegal uma parcela de US$ 4,2 bilhões da dívida de Itaipu, acumulada por conta de subsídios concedidos, principalmente, à indústria brasileira.

Na opinião de Canese, convencer o Brasil a reconhecer irregularidades detectadas na usina de Itaipu é difícil e comparável, apenas, “ao conflito da Argentina pelas Ilhas Malvinas e à reivindicação de saída ao mar [contra o Chile] pela Bolívia”.

O negociador recordou, no entanto, que pelos entendimentos obtidos para o acordo assinado pelos presidentes Fernando Lugo e Luiz Inácio Lula da Silva, em julho de 2009, o Brasil compromete-se a aceitar os resultados de “auditorias sérias” realizadas pelo governo paraguaio na bilionária dívida da binacional.

No acordo de 25 de julho de 2009, o próprio Brasil, através da assinatura de seu presidente Lula, aceitou que nossa Controladoria faça o estudo especial da dívida binacional de Itaipu. Além disso, através de seus órgãos, o Brasil interessa-se a analisar o resultado alcançado por nossa Controladoria”, afirmou.

Na mesa de negociação, os representantes brasileiros manifestaram que se a auditoria da CGR do Paraguai é de alta seriedade e rigor científico, como estamos seguros de que será, suas conclusões serão tidas muito em conta pelo governo do Brasil”, ratificou Canese.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Controladoria detecta ilegalidade em dívida de Itaipu

29.12.10 - Apelidada de “dívida espúria” por parte da imprensa paraguaia, uma das parcelas da bilionária dívida de Itaipu, no valor de US$ 4,2 bilhões, seria ilegal. É o que atesta uma análise documental feita pela Controladoria Geral da República, do Paraguai. Mais...

ABC Color vê “outra traição à pátria” em Itaipu

27.12.10 - “Avizinha-se outra traição à Pátria”. Este é o título do editorial publicado neste domingo (26), pelo jornal ABC Color, tendo como tema a usina de Itaipu e a postura dos diretores Gustavo Codas (paraguaio) e Jorge Samek (brasileiro) em tranquilizar a população do país. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.