quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Salto del Guairá vive auge no setor comercial

15.12.10 - Situada na fronteira com os estados de Paraná e Mato Grosso do Sul, a cidade paraguaia de Salto del Guairá, vizinha a Guaíra e Mundo Novo, vive período de auge no setor comercial, em função da crescente procura de suas lojas por clientes de nacionalidade brasileira.

Imagem de arquivo / Panoramio

De acordo com o jornal La Nación, em um fim de semana de feriado ou de proximidade com as festas natalícias, cerca de 20 mil pessoas chegam à cidade para compras nas lojas da Avenida Paraguay ou dos centros comerciais recém inaugurados no perímetro urbano.

A vitalidade da economia local é percebida, também, no comparativo com o número de estabelecimentos comerciais existentes há apenas quatro anos. Em 2006, cerca de 200 lojas trabalhavam com a venda de produtos importados. Em 2010, esta cifra subiu para algo em torno de 1,3 mil estabelecimentos.

Geograficamente, às três quadras que, no início da década, abrigavam o centro comercial de Salto del Guairá, foram agregadas outras 12. Em termos populacionais, a capital do departamento (estado) de Canindeyú pulou, dos 12 mil habitantes do ano 2001, a mais de 25 mil em 2010.

Entre os motivos que explicam a expansão comercial de Salto del Guairá, um deles é o aumento da fiscalização na fronteira Ciudad del Este / Foz do Iguaçu, bem como o crescimento econômico de cidades que estão mais próximas de Salto del Guairá que de sua “irmã mais velha” na Tríplice Fronteira.

E os investimentos, por sua vez, não param, com a construção de novos shoppings e galerias e a inauguração de lojas que investem no público turista formado, na maioria dos casos, por famílias residentes no raio de 250 quilômetros da região fronteiriça.

Em Salto del Guairá, as mercadorias são, no geral, mais caras que em Ciudad del Este, uma vez que muitas das empresas da cidade importam via Aeroporto Internacional Guaraní (a 26 quilômetros de Ciudad del Este) ou abastecem seus estoques com fornecedores da capital do Alto Paraná.

Entretanto, a economia com combustível e pedágio, no caso dos moradores de cidades mais próximas a Salto del Guairá, costuma compensar a diferença que oscila entre 5% e 10%.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

RFB divulga balanço oficial da Operação Amizade

14.12.10 - A delegacia da Receita Federal do Brasil (RFB) em Foz do Iguaçu divulgou nesta segunda-feira (13) o balanço da “Operação Amizade”, realizada entre a manhã de quinta e a noite de sexta, com o objetivo de combater os chamados “crimes fronteiriços”. Mais...

PF e Força Nacional montam cerco em Ponta Porã

30.11.10 - Tolerância zero. Esta é a recomendação dada aos policiais federais e militares da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), para a vistoria de cargas e veículos que circulam pela região de fronteira seca entre Ponta Porã (MS) e Pedro Juan Caballero. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.