terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Beto Richa define prioridades na área de segurança

04.01.11 - O novo governador do Paraná, Beto Richa, reuniu-se nesta segunda-feira (03), em Curitiba, com seu secretário estadual da Segurança Pública, delegado federal Reinaldo de Almeida César, para discutir as prioridades no combate à criminalidade nos primeiros meses de sua gestão.

Imagem: Agência Estadual de Notícias (AEN)

De acordo com a Agência Estadual de Notícias (AEN), Richa solicitou ao secretário a adoção de medidas que possibilitem reduzir os índices de violência e o uso de áreas sensíveis, como a fronteira com o Paraguai, para atividades ilícitas como o tráfico de drogas, armamentos e munições.

É preciso reduzir as taxas de homicídios, de latrocínios, de crimes violentos, crimes patrimoniais. Para isso vamos trabalhar no sentido de integrar as forças de segurança do Estado, com as forças federais, órgãos de inteligência, forças armadas, tendo em vista a perspectiva da posição geográfica do Paraná, que exige uma atenção especial, seja com o porto de Paranaguá, seja com a fronteira com o Paraguai”, disse Almeida.

As ações serão norteadas com base em um planejamento que irá considerar as áreas onde os índices de criminalidade são mais altos, principalmente aqueles ligados ao tráfico de drogas”, ratificou o secretário, delineando os primeiros passos para a montagem de um plano estadual de segurança.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Governo Federal cria comissão para integração fronteiriça

29.12.10 - Para suprir a lacuna estatal detectada nas áreas fronteiriças, entrará em ação, a partir do próximo ano, a Comissão Permanente para o Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira, que espera trabalhar, também, em conjunto com os países vizinhos. Mais...

Ministério sugere ações de curto, médio e longo prazo

29.12.10 - Em seu estudo sobre a realidade e os desafios das regiões fronteiriças brasileiras, o Ministério da Integração Nacional sugere medidas para combater o crime organizado e alavancar o desenvolvimento de áreas historicamente “esquecidas” pelo Estado. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.