quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Familiares de árabe assassinado reivindicam justiça

12.01.11 - Familiares de Wael Abdul Amir Salman, jovem de origem árabe assassinado na região central de Ciudad del Este em agosto de 2010, pretendem reunir-se com Rubén Candia Amarilla, promotor-geral do Estado paraguaio, para pedir que a justiça atue e evite a fuga do principal suspeito do crime.

De acordo com o Diário Vanguardia, a solicitação de audiência com Candia Amarilla ocorre ante os rumores de que o também árabe Ali Nasseredine, apontado por testemunhas como o autor material do assassinato, seria beneficiado, nos próximos dias, com a concessão de medidas alternativas à prisão.

O temor da família Salman, neste sentido, é que Nasseredine fuja do Paraguai e refugie-se em países que não possuem acordos de extradição com a justiça paraguaia.

No mês de dezembro, a paraguaia María de las Nieves Silvero, apontada como cúmplice, foi beneficiada com uma permissão especial, concedida pelo juiz Adolfo Genes, para ausentar-se do país por 15 dias. Tal permissão, segundo o Vanguardia, teria sido aproveitada para uma viagem ao litoral de Santa Catarina.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Preso no Paraguai, libanês pode ser extraditado aos EUA

04.01.11 - Preso em Ciudad del Este e recluído na Penitenciária Nacional de Tacumbú desde junho de 2010, o libanês Moussa Ali Hamdam, requerido pela justiça dos Estados Unidos, pode ser extraditado ao país do norte para responder por 31 acusações. Mais...

Árabe de Foz é acusado pelos Estados Unidos

13.12.10 - Representante-chefe do grupo Hizbollah na América do Sul. Para o governo dos Estados Unidos, esta é a função do árabe naturalizado brasileiro Bilal Mohsen Wehbe, residente em Foz e investigado pelos serviços de inteligência do país do norte. Mais...

Um comentário:

  1. ESTA FAMÍLIA TEM QUE REPRESENTAR CONTRA A JUSTIÇA DO PARAGUAY, VIA CORTE INTERNACIONAL, PARA DIMINUIR A CORRUPÇÃO NOS JULGAMENTOS.

    ResponderExcluir

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.