segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Para camponeses, reforma agrária é um fracasso

03.01.11 - Dois anos e quatro meses passaram-se e, até agora, a política de reforma agrária adotada pelo governo de Fernando Lugo continua a ser considerada um fracasso por seus principais interessados: os camponeses que reivindicam o acesso à terra.

Em mensagem de final de ano, representantes da Mesa Coordenadora Nacional das Organizações Camponesas (MCNOC), um dos principais grupos do setor, afirmaram que não há nada para comemorar ao término de mais um período do governo luguista.

Tal como nos governos anteriores, a implementação da reforma no campo não deixou de ser mais que um rotundo fracasso e que não foi além das meras propagandas”, analisou a MCNOC, relembrando que a reforma agrária e o apoio aos pequenos agricultores foram duas das principais promessas de campanha.

Neste sentido, as críticas dos camponeses caem, invariavelmente, na “tímida” atuação do Instituto de Desenvolvimento Rural e da Terra (INDERT), cujo titular, Eugenio Alonso, alega ser alvo de boicote por setores contrários à redistribuição de terras no campo e pelos próprios camponeses.

Em seu relatório de gestão, divulgado na semana passada, Alonso informou que, em 2010, o instituto comprou 77,5 mil hectares para a criação de assentamentos em oito departamentos (estados) do país.

Além disso, o INDERT teria fornecido equipamentos para a melhoria da infraestrutura de 38 assentamentos já existentes e entregue 2,5 mil títulos de propriedade a famílias que viviam como posseiras. Para 2011, a expectativa de Alonso é melhorar ainda mais estes números.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Ministro compromete-se a evitar desalojamento arbitrário

31.12.10 - Reunidos com o ministro paraguaio do Interior, Rafael Filizzola, agricultores de origem brasileira, residentes em Santa Rita e ameaçados por uma controvertida decisão judicial, obtiveram o compromisso de que não haverá desalojamento arbitrário. Mais...

Governador eleva tensão contra produtores brasileiros

27.12.10 - Situado na região centro-norte do Paraguai, o departamento (estado) de San Pedro é um dos mais pobres e tumultuados do país, com o registro de constantes enfrentamentos entre camponeses radicalizados e agricultores paraguaios e estrangeiros. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.