terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Polícia mexicana prende agressor de Cabañas

19.01.11 - A Polícia Federal do México anunciou, no início da noite desta terça-feira (18), a prisão do foragido José Jorge Balderas Garza (JJ), apontado como o responsável pela agressão sofrida pelo jogador Salvador Cabañas, em 25 de janeiro de 2010, no banheiro de um bar da Cidade do México.

Imagem: Reprodução / Última Hora

De acordo com informações da imprensa paraguaia e das principais agências de notícias, “JJ” foi preso na localidade mexicana de Bosques de las Lomas, juntamente com outras seis pessoas acusadas de envolvimento com o narcotráfico. Os detidos portavam identidades falsas no momento da ação policial.

No imóvel ocupado por “JJ” e seus aliados, os policiais encontraram pacotes com substância análoga à cocaína, cinco fuzis, seis armas curtas, uma submetralhadora, 304 cartuchos de munições, duas granadas, seis coletes antidrogas, US$ 159 mil em dinheiro e dois automóveis de procedência suspeita.

Em suas primeiras declarações sobre o incidente com Cabañas, “JJ” disse à polícia que a confusão teve início quando o jogador do América e da seleção paraguaia reagiu de forma “agressiva, verbal e fisicamente” devido a um esbarrão no sanitário do “Bar Bar”, badalada casa noturna da capital mexicana.

Entretanto, o acusado negou ter efetuado o disparo que atingiu o camisa 10 na cabeça e por pouco não custou-lhe a vida, atribuindo a autoria do tiro ao homem conhecido pela alcunha de “El Contador” (já detido pela polícia mexicana) e que, na noite do crime, atuava como guarda-costas para “JJ”.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Advogado fala de “princípio de acordo” no caso Cabañas

12.01.11 - Representante do jogador Salvador Cabañas no litígio trabalhista contra o América do México, o advogado Óscar Germán Latorre anunciou a existência de um “princípio de acordo” entre o atleta e a diretoria do clube com o qual tem contrato até 2012. Mais...

Ex-empresário de Salvador Cabañas continua na cadeia

07.01.11 - A justiça paraguaia recusou, nesta quinta-feira (06), o pedido de hábeas-corpus para José María González, ex-empresário do atacante e camisa 10 do América e da seleção do Paraguai, Salvador Cabañas. González é acusado de fraude contra o jogador. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.