quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Polícia destrói plantações de maconha na fronteira

16.02.11 - Agentes da Polícia Nacional do Paraguai destruíram, entre os dias 10 e 15 deste mês, mais de 160 hectares de plantações de maconha, cultivadas nas imediações da fronteira seca entre o país vizinho e o estado brasileiro de Mato Grosso do Sul.

Imagem de arquivo / SENAD

No total, 161 hectares de narcolavouras foram destruídos durante a primeira fase da Operação Ko'e Pyahu II na zona rural do município fronteiriço de Ypehú, arredores de Salto del Guairá. Tais plantações, se colhidas, renderiam cerca de 550 toneladas do entorpecente.

A ação dos policiais inutilizou, também, 2,1 toneladas de maconha já colhida, 160 quilos de sementes, 16 acampamentos utilizados por camponeses pagos pelos financistas da produção, quatro prensas de madeira, três embaladores, seis armas de fogo, 10 automóveis, duas caminhonetes e oito motos.

A Operação Ko'e Pyahy II resultou na detenção de dois indivíduos supostamente vinculados aos esquemas de produção de entorpecentes nas proximidades da linha fronteiriça. A operação não tem data para terminar e está prevista para acontecer, ainda, em outros pontos do lado paraguaio da fronteira seca.

Por Guilherme Wojciechowski - SopaBrasiguaia.com.br

Leia Também...

Polícia de CDE encontra maconha abandonada na rua

15.02.11 - Em insólito achado ocorrido no último domingo (13), nas imediações do Km 12 da Ruta Internacional VII, a igual distância da Ponte da Amizade, agentes da Polícia Nacional do Paraguai encontraram, em uma sacola deixada em um baldio. Mais...

Policiais apreendem maconha na região do lago

17.01.11 - Patrulheiros rodoviários de santa Helena apreenderam, em vistoria realizada na tarde de sexta-feira (14), um carregamento com 126 quilos de maconha, divididos em 209 tabletes, a bordo de um Corcel II que transitava pelas imediações do Lago de Itaipu. Mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta é uma área voltada ao leitor do Sopa Brasiguaia e tem como objetivo permitir sua colaboração de maneira ágil, franca e aberta, prezando pela integridade moral de terceiros. As opiniões expressas nos comentários não representam a opinião do Sopa Brasiguaia.